Curso Técnico em Cerâmica é iniciado no Senai em parceria com a Prefeitura de Cordeirópolis

Postado em Cerâmica, Indústria, Setor

ASPACER cita, que iniciativa contribui na capacitação profissional e na elevação da produtividade

Quilici durante reunião com o prefeito de Cordeirópolis Adinan Ortolan

Quilici durante reunião com o prefeito de Cordeirópolis Adinan Ortolan

Teve início nesta semana o curso de Técnico em Cerâmica realizado pelo Senai em Rio Claro por meio de uma parceria com a Prefeitura de Cordeirópolis. A aula inaugural aconteceu neste último dia 30, na Escola Senai “Manoel José Ferreira” em Rio Claro, onde estavam presentes o prefeito, Adinan Ortolan, a secretária de Educação, Angelita Ortolan, a coordenadora de Cursos Técnicos, Amanda Lucke e os demais representantes da diretoria, equipe escolar e docentes da Escola SENAI.

De acordo com a prefeitura de Cordeirópolis, ao longo dos dois anos do curso oferecido aos 36 alunos, a Prefeitura irá investir cerca de R$ 600 mil nas capacitações, além do custeio de transporte e equipamentos de segurança aos novos estudantes. Neste período, o aprendizado ocorrerá no Núcleo educacional de cerâmica na Escola Senai em Rio Claro e também na Escola Maria Aparecida Pagotto de Moraes no bairro do Jardim Cordeiro, divididas em aulas práticas e teóricas. “O curso técnico de cerâmica é o caminho mais curto na formação completa de profissionais para o segmento cerâmico. Através deste curso, o aluno irá adquirir competências para planejar, coordenar e controlar o processo de produção de placas cerâmicas, bem como participar do desenvolvimento de produtos em todas as etapas do processo”, destacou Ronaldo Oliveira que é Coordenador de Relacionamento com a Indústria do SENAI-SP/Rio Claro.

Durante a visita o prefeito, Adinan Ortolan, comentou sobre a parceria também com a Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento (ASPACER) que vem para somar nesta iniciativa que mudará para sempre o rumo profissional desses estudantes e destacou a participação das mulheres nas atividades. “Um fato muito interessante que nos chama a atenção é o número de mulheres que irão cursar este aprendizado. Temos uma turma composta por 50% de homem e 50% mulheres, isso nos deixa muito contentes, pois vemos que a representatividade feminina nesta área está em uma escala crescente. Assim, digo que cada um deles devem aproveitar da melhor maneira cada chance que lhes foi dada, porque daqui dois anos poderão sair bons técnicos para o mercado de trabalho”, disse Ortolan.

Diretor de Relações Institucionais da ASPACER Luís Fernando Quilici, destacou que a iniciativa da prefeitura de Cordeirópolis em viabilizar o curso e a do Senai em abraçar o projeto contribui na qualificação e na elevação da produtividade nos parques industriais. “Temos um polo cerâmico que gera milhares de empregos em nossa região e qualificar a mão de obra é sem dúvida uma forma inserir pessoas qualificadas no mercado de trabalho ou, em alguns casos, auxiliar profissionais que já estão na área e queiram se especializar. É um processo onde todos ganham: a indústria com mão de obra de boa qualidade e o município com a geração de emprego e renda”, citou.