Fórum do Gás reúne 427 participantes em momento decisivo para o setor

Postado em Gás Natural

Evento se consolida como um dos mais importantes do Brasil

Nesta semana foi realizada a 4º edição do Fórum Brasileiro do Gás Natural, que teve como tema: “O Desafio da Abertura do Mercado do Gás Natural no Brasil”. O evento foi promovido pela Associação Paulista das Cerâmicas de Revestimento (ASPACER). Foram três dias consecutivos de transmissões ao vivo pela internet, por meio de um webinário, com a participação de 16 painelistas que formam vistos ao longo da jornada pelos 427 participantes inscritos de todo o Brasil.
O evento, feito de forma digital, este ano por conta da pandemia, reuniu representantes da cadeia produtiva do gás com presenças no Brasil e no exterior, como produtores, transportadores, distribuidores, empresas ligadas ao setor da comercialização do gás natural e energia elétrica, agências reguladoras, representantes de governos estadual e do governo federal, e ainda representantes de instituições de ensino e pesquisa. A edição 2020, contou com o patrocínio da Thymos Energia, Delta, Innio e NTS além de diversos apoiadores.
A abertura do Fórum contou ainda com a participação do secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente e presidente do Fórum Nacional de Secretários de Estado para Assuntos de Energia (FNSE), Marcos Penido que destacou a importância da competição no setor para que na ponta final da cadeia, o consumidor seja beneficiado com preços de produtos mais atrativos. “Nós temos através do gás uma grande oportunidade de crescimento e desenvolvimento em toda a cadeia, desde o início da produção, distribuição, demanda final e também colocando o Brasil competitivo nas exportações”, pontuou.
O secretário-executivo adjunto do Ministério de Minas e Energia (MME) e Coordenador do Comitê de Monitoramento da Abertura de Gás Natural, Bruno Eustáquio de Carvalho esteve no debate virtual e afirmou que o país está “em plena transição” em relação ao novo mercado de gás. “São políticas que, de certa forma, tendem a trazer alguma contribuição para redução do preço da molécula a montante de todo o segmento”, frisou.

FORMATO
As transmissões e a produção desta edição do Fórum foram realizadas em um estúdio na cidade de Rio Claro, onde os convidados se conectam através de uma plataforma de streaming e interagiram com todos os participantes por meio de um palco digital.
CEO do Fórum do Gás e diretor de Relações Institucionais da ASPACER, Luís Fernando Quilici, avalia que o Fórum, dentro de sua nova plástica, atingiu seu objetivo em levar o debate e a reflexão sobre o mercado do gás com a mesma eficiência dos eventos presenciais realizados em anos anteriores. “Estávamos distantes fisicamente, mas conectados em tempo real, tanto com os entrevistados como os participantes, que fizeram suas perguntas e interagiram durante o Fórum”, acrescentou Quilici, que além de apresentador foi moderador de todos os painéis.
Quem quiser conhecer um pouco mais de como foi o evento e até mesmo ver os debates podem acessar o link:
www.aspacer.com.br/forumgasnatural .

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page