CORONA VÍRUS – Orientações e Recomendações

Postado em Setor

Em função das aceleradas mudanças do cenário brasileiro em relação ao Corona vírus, elaboramos este material com o intuito de ajudar nas definições internas de vossas empresas.

A saúde e a segurança de nossos colaboradores, bem como a perenidade dos negócios são nossas principais preocupações.

Contem com nosso suporte e juntos vamos superar esse momento tão desafiador:

Recomendamos estruturar ações de comunicação constantes (comunicados, vídeos, reuniões de esclarecimento) com orientações de higiene pessoal e assepsia do ambiente de trabalho;

– Viagens em geral (Internacional e Nacional) devem ser repensadas, as reuniões podem ocorrer via telefo’ne, Skype ou videoconferência. Cada líder pode monitorar as suas equipes;

– Eventos planejados (treinamentos, workshops, feiras, cursos, congressos, cerimônias etc.): eventos presenciais estão suspensos. Para casos muito específicos, em que treinamentos, workshops e cursos se façam necessários, os mesmos devem ocorrer virtualmente (Skype ou videoconferência).

– Para reuniões presenciais: estamos recomendando respeitar a distância de 1 metro entre os participantes. Reuniões com mais de 8 pessoas devem ocorrer via telefone, Skype ou videoconferência;

– Analisem se é hora de receber visitantes em vossas instalações: visitas de fornecedores, entidades acadêmicas, outras empresas para benchmarking etc., com exceção de técnicos de manutenção ou qualquer outro fornecedor cujo trabalho impacte em nossa produção. Estrangeiros, caso seja necessário acessar as instalações, devem respeitar o período de 7 dias de isolamento social, recomendado pelo Ministério da Saúde;

– Home Office: estudem a possibilidade de oferecer a opção de trabalhar em casa para os colaboradores das áreas administrativas e que: Se enquadram no grupo de risco – grávidas, profissionais acima de 60 anos, colaboradores com problemas respiratórios e outros, pessoas que tenham viajado para fora do país nos últimos 14 dias e colaboradores que apresentem algum sintoma, como febre e problemas respiratórios;

O mais importante neste momento é seguir as recomendações da OMS e do Ministério da Saúde: lavar as mãos com água e sabão ou passar álcool em gel; evitar o contato das mãos com os olhos, a boca ou o nariz; manter 1 metro de distância nos contatos com outras pessoas; cobrir boca e nariz ao espirrar ou tossir; entre outras.

Cada empresa deve monitorar o cenário de forma intensiva.
Pensar também em um Comitê de Crise que se reúne diariamente para acompanhamento das ações, buscando evitar maiores impactos.

Ações de forma consciente e com união, superaremos este momento.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page