Categoria define Convenção Coletiva 2019/2020

Postado em Outro

O SINCER – Sindicato das Indústrias da Construção, do Mobiliário e de Cerâmicas de Santa Gertrudes definiu junto ao SITICECOM – Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Cerâmica, Construção e do Mobiliário de Limeira e Região a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2019/2020. De acordo com a CCT, deverá ser aplicado 5% de reajuste nos salários até R$ 6.000,00, 4% para os salários de R$6.000,00 a R$ 7.000,00 e para os salários acima de R$ 7.000,00, livre negociação, garantindo um aumento de no mínimo R$ 280,00. A diferença do reajuste de março será paga como “Abono Eventual Assistencial”, de acordo com o reajuste definido para cada faixa salarial, sendo que este abono será pago em uma única vez na folha de pagamento, sem encargos. Quanto a PLR, para a cerâmica branca, ficou definido o valor de R$ 762,00 a pagar em duas parcelas, em abril e outubro. Já o PLR para a cerâmica vermelha e mobiliário, o valor será de R$ 489,00, também a pagar em duas parcelas, nos meses acima citados. O valor dos pisos salariais ficou definido da seguinte forma – Cerâmica Branca: turno ininterrupto, R$ 1938,20 ou R$ 8,81 por hora e para os demais salários, R$ 1.326,60 ou R$ 6,03 por hora. Para a Cerâmica Vermelha e Mobiliário: R$ 1.370,60 ou R$ 6,23 por hora.

Sobre a contribuição assistencial/negocial

Ficou definido na nova convenção, que as empresas deverão descontar dos seus empregados, a contribuição assistencial/negocial constantes na cláusula da Convenção Coletiva da Categoria 2019/2020. Ressalte-se que as empresas estarão impedidas de descontar a contribuição assistencial/negocial, caso o empregado apresente o comprovante de entrega da carta de oposição, protocolada até o dia 16 de maio, no Sindicato. De acordo com o mesmo documento, a contribuição sindical para o ano de 2019 foi dispensada.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page