Convênio ASPACER/UNESP ganha apoio da USP

Postado em Ambiental

Startup da Universidade de São Paulo desenvolve equipamento eletrônico de monitoramento

DSC_8221 v2

Equipamentos instalados no prédio da Policlínica, em Santa Gertrudes

Dando continuidade aos projetos que envolvem o convênio entre ASPACER e UNESP/IGCE (Instituto de Geociências e Ciências Exatas) de  Rio Claro, entraram em operação em Santa Gertrudes, novos equipamentos para controle da qualidade do ar, sendo três sensores eletrônicos e três estações meteorológicas desenvolvidos pela Omni-electrônica, startup da USP (Universidade de São Paulo), que serão acessados de maneira remota pelos profissionais responsáveis.

A ação é parte do Plano de Gestão Ambiental e do estudo denominado – Modelo de Gestão para a Qualidade do Ar na Região do Polo Cerâmico de Santa Gertrudes (SP) “PCSG”, que visa monitorar a qualidade do ar na região do Polo Cerâmico de Santa Gertrudes. “Com os resultados, espera-se que a região possa se desenvolver ainda mais, mitigando os problemas da qualidade do ar e melhorando a vida de todos os cidadãos”, afirma José Alexandre Perinotto, diretor do IGCE.

Desde 2017, a ASPACER e a Universidade desenvolvem parceria para coleta e análise de dados com objetivo de buscar de forma científica, quantificar e qualificar o particulado (poeira), especificando todas as suas fontes geradoras. “Através da conclusão da primeira parte do estudo, já sabemos que o problema não está nas fábricas, mas  no solo, ou seja, nas estradas vicinais por onde circulam os caminhões, seja do setor sucroalcooleiro ou do cerâmico”, destaca Meyre Oliveira, responsável pelo estudo.

Diretor executivo da ASPACER, Almir Guilherme, avalia que a contribuição de um estudo acadêmico terá uma importância significativa e definirá futuras ações de mitigação. “Poder contar com o conhecimento da academia, envolvendo docentes, pesquisadores e alunos de uma instituição tão renomada como a UNESP, com certeza é extremamente valioso para atingirmos resultados promissores”, afirma.

Com vigência de cinco anos, o convênio contempla a realização de estudos,  pesquisas, consultorias, conferências, publicações,  cursos, programas de capacitação, a realização de estágio e outras possibilidades que as partes considerarem importantes.

O que é startup?

O conceito de startup se trata de uma empresa em fase inicial que possui uma proposta de negócio inovadora e com um grande potencial de crescimento. Elas podem atuar em qualquer área ou tipo de mercado e, normalmente, utilizam a tecnologia como base para suas operações.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page