2º Fórum do Gás reúne participantes de 7 estados e do Distrito Federal

Postado em Gás Natural

A 2ª edição do Fórum Brasileiro do Gás Natural reuniu cerca de 160 participantes de sete estados do Brasil, mais o Distrito Federal nesta última segunda-feira (23) na Assembleia Legislativa em São Paulo. O evento, direcionado a toda cadeia produtiva que tem como insumo o Gás Natural movimentou, empresários, autoridades, universidades, imprensa e representantes de órgãos públicos ligados a setor de energia.

A abertura contou com a presença do Secretário de Energia e Mineração do Estado de São Paulo, João Carlos de Souza Meirelles, do deputado Estadual João Caramez que é coordenador da Frente Parlamentar de Apoio ao Desenvolvimento do Gás Natural do Estado de São Paulo – FGAN, do presidente da ASPACER, Benjamin Ferreiro Neto e do Diretor de Relações Institucionais da ASPACER e CEO do 2º Fórum Brasileiro do Gás Natural, Luís Fernando Quilici.

Em seu discurso, o presidente da ASPACER falou sobre o futuro do setor do gás natural e a retomada da economia.  “O fato é que estamos voltando a crescer, mas precisamos avançar. Precisamos buscar medidas que fomentem os investimentos e desta maneira ampliem a produção, o transporte, a distribuição e o consumo de gás natural no Brasil”, destacou Ferreira Neto em seu discurso.

O Secretário de Energia e Mineração João Carlos de Souza Meireles, fez uma apresentação sobre cenário do gás no Estado de São Paulo e reforçou a importância da discussão sobre o tema. “Eu fiz questão de dar um peso nessa apresentação para que não fosse apenas um mero ato protocolar, mas dizer da enorme responsabilidade da Assembleia Legislativa em falar de um tema dessa importância e cumprimentar o promotor deste evento, a ASPACER que está fazendo uma contribuição enorme por conta dessa discussão para o Brasil nesse momento”, pontuou.

Quilici,  durante abertura do evento, em seu pronunciamento, enalteceu a necessidade da aprovação do projeto de lei substitutivo que regulamente o gás natural no Brasil . “O setor energético brasileiro precisa de uma política de Estado. Que seja estratégica, permanente e represente de fato a importância que energia e em especial o gás natural possuem, para gerar o desenvolvimento econômico e social que o país precisa”, destacou.

Também participando da mesa de abertura, o Deputado João Caramez, que apoiou o Fórum, falou sobre a importância das políticas pública que fomente o setor. “São Paulo é o segundo maior produtor de gás natural. É necessário que encontremos politicas públicas no sentido de incentivar a utilização do gás natural, não só nas indústrias e residências, mas sobre tudo no setor  automotivo”, ponderou.

Durante o dia foram realizados três painéis que envolveram no total 17 profissionais de diversos setores, que falaram sobre temas relacionados a consolidação da abertura do mercado de gás natural no Brasil, cogeração e geração distribuída e ainda sobre a competividade do setor.

O evento que contou com o apoio da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo foi realizado pela ASPACER e contou com o patrocínio da Delta – Thymos Energia, Comgás e GásBrasiliano.