Cordeirópolis lança oficialmente o projeto Sustent´Arte

Postado em Responsabilidade Social

No dia 26 de agosto, na presença de autoridades, foram apresentadas as peças confeccionadas pelas alunas do Projeto Sustent´Arte da cidade de Cordeirópolis – SP. O evento aconteceu no Centro Cultural Ataliba Barrocas. Com objetivo de que a atividade artesanal tenha valores apreciativos no campo da sociabilidade, da integração comunitária, do incentivo à criatividade, independência econômica e social, reduzindo o descarte de materiais, a ASPACER, SESI e Prefeitura investem no Projeto, que foi iniciado no município de Cordeirópolis em setembro de 2015. “A ASPACER objetiva trabalhar como um instrumento de desenvolvimento, emprego e renda para o segmento cerâmico e cadeia produtiva, buscando aumentar a competitividade do segmento, mas priorizando o respeito ao meio ambiente e ao próximo, por isso estamos muito satisfeitos em ser um dos agentes para o sucesso dessa empreitada”, destacou Luís Fernando Quilici, diretor de relações institucionais e governamentais da ASPACER.

Márcia Carron – gestora de política de ação social de Cordeirópolis, representando a prefeitura de Cordeirópolis no evento, destacou a ação social do Projeto. “Hoje ver o resultado dessa primeira etapa é sem dúvida, a concretização de um projeto que o poder público acreditou muito como transformador para esses alunos”.

A conclusão da primeira etapa foi realizada em maio deste ano, que incluiu a divulgação e sensibilização da população de Cordeirópolis, visando à adesão ao projeto e realização das oficinas artísticas com o objetivo de despertar a criatividade e o desenvolvimento de novas habilidades. Ao todo, 30 alunos participaram da primeira etapa. “A captação do público é de responsabilidade da Prefeitura de Cordeirópolis e também das cerâmicas parceiras, através desse trabalho o município se insere no que chamamos de ‘comunidade criativa’”, destaca Ivania Maria Filippi Novo – Supervisora de Responsabilidade Social do SESI – SP.

As cerâmicas que aderiram ao projeto no município são: Ceral, Cecafi, Grupo Rocha, Incefra e Unigrês, que apesar de pertencer ao município de Limeira, foi autorizada pela prefeitura de Cordeirópolis para participar do Projeto. Os protótipos das peças foram desenvolvidos e apresentados por Fernanda Moreira, Designer do Senai Mario Amato, São Bernardo do Campo, SP. “É muito gratificante ver que o que os trabalhos são cópias fiéis dos projetos”. A próxima etapa incluiu a capacitação do público das oficinas artísticas, visando o desenvolvimento de peças criadas e desenvolvidas pelo SENAI Design, para em seguida seguir para produção em maior escala (linha de produção).

Para a aluna Maria Aparecida dos Santos Noventa, de 64 anos, as aulas são extremamente gratificantes. “Fico contando os dias para que eu possa ir para o encontro. Através desse Projeto, passei a acreditar mais em mim, sabendo que tenho capacidade e que posso ser exemplo para os mais jovens”.

Essa também é a impressão de Vera Lúcia Silva Picolo.“Uma experiência para toda a minha vida, pois ajuda a manter a mente ativa, livre de estresse. Vou me dedicar bastante, para poder passar essa experiência para as minhas netas”, comemora.

Desde 2013, a iniciativa conquistou premiações na primeira etapa de Santa Gertrudes: 7º Lugar no Prêmio Benchmarking Brasil- Categoria Sustentabilidade, concorrendo com 188 projetos das maiores empresas do país, como: Ambev, ArcelorMittal, Sabesp, CPFL, Embratel, Itaipu, dentre outras; o 2º lugar no Prêmio FIESP Melhores Práticas Sindicais – na categoria Responsabilidade Socioambiental. Atualmente no município, existem14 mulheres legalizadas pelo M.E.I (Microempreendedor Individual).