Dez milhões de eleitores passam este ano pelo recadastramento biométrico em mais de 300 municípios

Publicado en Politíca

destaque_biometria2013-04-25-15-54-08Mais de 300 municípios de 14 estados e do Distrito Federal, incluindo nove capitais, iniciam este ano o recadastramento biométrico de quase 10 milhões de eleitores, que votarão por esse sistema nas eleições de 2014. Além de Brasília, eleitores de oito capitais vão se recadastrar em 2013 pelo sistema biométrico: Boa Vista, Rio Branco, Macapá, Palmas, Teresina, São Luís, João Pessoa e Recife.

Os eleitores dos municípios de Santa Gertrudes, Corumbataí, Ipeúna, Itirapina na região do polo cerâmico de Santa Gertrudes, são obrigados a fazer o recadastramento biométrico. O eleitor que não comparecer terá o seu título cancelado. O prazo final é o dia 28 de fevereiro de 2014.

Para garantir um sistema de votação totalmente informatizado, democrático e seguro, várias tecnologias têm sido desenvolvidas pela Justiça Eleitoral, entre elas a identificação biométrica do eleitor. Essa nova tecnologia permite que o eleitor vote na urna eletrônica após o reconhecimento, por um leitor biométrico, de suas impressões digitais previamente cadastradas. Assim, o erro na identificação do eleitor é tecnicamente impossível, uma vez que nenhuma pessoa tem impressões digitais iguais às de outra.

Documentos necessários:

– Título eleitoral

– Documento de Identidade Oficial

– Comprovante de residência emitido entre abril de 2012 e janeiro de 2013

Para agendar o atendimento é necessário acessar: www.tre-sp.jus.br ou direto na Central de Recadastramento Biométrico – 245ª ZE (Rua 14, nº 521 – Consolação – Rio Claro). Atendimento: de segunda a sexta-feira – 12 às 18 horas.

Histórico

A primeira experiência do Brasil com o voto pelo sistema biométrico foi nas eleições municipais de 2008. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), à época, mais de 40,7 mil eleitores dos municípios de Colorado do Oeste, em Rondônia, Fátima do Sul, em Mato Grosso do Sul, e São João Batista, em Santa Catarina, experimentaram a novidade e, desde então, o recadastramento dos eleitores tem sido feito gradativamente.

Até as eleições do ano passado, mais de 7,7 milhões de eleitores de 299 municípios do país já tinham usado a nova tecnologia. Apenas dois estados – Sergipe e Alagoas – já tiveram 100% do eleitorado recadastrado. De acordo com o TSE, em 2014, a medida, deve alcançar mais 18 milhões de eleitores de municípios de 25 estados e do Distrito Federal. Só o estado do Amazonas ainda não aparece na lista do TSE. A novidade torna praticamente inviável a tentativa de fraude na identificação do cidadão, uma vez que cada pessoa tem impressões digitais únicas.

A expectativa da Justiça Eleitoral é que, até 2018, o sistema esteja implantado em 100% dos municípios brasileiros.

Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page