Fabricantes de materiais vivem seu melhor momento em dez anos

Postado em Indústria

A indústria de materiais de construção está vivendo seu melhor momento dos últimos dez anos. Dados obtidos em primeira mão pelo Valor apontam que a Fundação Getulio Vargas (FGV) revisou a projeção do crescimento real do setor, neste ano, de 4% para 8%. Se a estimativa for confirmada, o faturamento do setor ultrapassará R$ 200 bilhões, segundo o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), Rodrigo Navarro.
Fabricantes de materiais ouvidos pelo Valor informaram forte crescimento no primeiro semestre. Parte das empresas entrevistadas registrou desempenho recorde no período. A demanda reflete gastos com reformas, fruto da maior valorização da casa iniciado com o isolamento social e redirecionamento de parte de gastos de antes com serviços, entretenimento e viagens. Outro item importante é o aumento do número de lançamentos imobiliários no país, impulsionados por juros baixos e oferta de crédito aos compradores de imóveis. Isso levou ao aumento dos pedidos de materiais.
Dados consolidados dos 22 segmentos que compõem esse setor apontam expansão real de 24,4% no semestre. No acumulado de 12 meses, o aumento é de 16,6%. “Estamos com otimismo moderado, reforçado pela nova previsão”, diz Navarro. O Índice Abramat apontou expansão de 13,1%, em junho, refletindo o ponto de inflexão vivido pelo setor em meados de 2020.

Fonte: Jornal Valor Econômico
Share on FacebookTweet about this on TwitterEmail this to someonePrint this page