Categoria: Economia

Governo reduz benefício fiscal sobre a folha de pagamento

Após determinar limites de gastos para cada ministério com custeio e investimento até abril, o governo Dilma Rousseff publicou hoje, 27, medida provisória reduzindo o benefício fiscal da desoneração da folha de pagamento. Com a medida provisória desta sexta, os setores que pagavam 2% passarão a pagar 4,5% sobre o faturamento. Os que pagavam 1%,

Leia mais

Aldemir Bendine, do Banco do Brasil, é o novo presidente da Petrobrás

Aldemir Bendine é o novo presidente da Petrobras. O nome dele foi escolhido pessoalmente pela presidente Dilma Rousseff, que depois da demissão coletiva da diretoria da estatal teve apenas dois dias para fazer a escolha. Ele é o atual presidente do Banco do Brasil e ligado ao PT. O nome de Bendine não entrou nas

Leia mais

Prazo prorrogado para apresentação da comunicação negativa

O Conselho Federal de Contabilidade comunica que, conforme acordado com o Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF, fica prorrogada até 28 de fevereiro de 2015 a comunicação negativa obrigatória dos profissionais da Contabilidade e/ou Organizações Contábeis que realizaram, mesmo que eventualmente, serviços de assessoria, consultoria, contadoria, auditoria, aconselhamento ou assistência. A decisão de prorrogação deve-se a impropriedades decorrentes

Leia mais

Levy indica que impostos devem subir

Em meio a críticas veladas e explícitas à política econômica do primeiro governo Dilma Rousseff, Joaquim Levy assumiu a Fazenda, anunciou sua equipe e indicou que as próximas medidas poderão incluir alta de impostos. “Possíveis ajustes em alguns tributos serão também considerados”, disse ontem (5), durante seu discurso de posse. Sem detalhar as hipóteses em

Leia mais

Brasil fecha ano com deficit comercial pela primeira vez desde 2000

O Brasil fechou 2014 com um deficit comercial de US$ 3,93 bilhões. Esta é a primeira vez, desde 2000, em que o país encerra o ano com o resultado das importações superando o das exportações. No acumulado do ano, as exportações somaram US$ 225,1 bilhões, enquanto as importações chegaram a US$ 229 bilhões. Os números

Leia mais

Brasil se isola com tarifas de importação mais altas

Nos últimos 20 anos, enquanto o Brasil mantinha suas tarifas de importação praticamente inalteradas, países concorrentes – como China, México, Coreia e até a Argentina – fizeram um expressivo movimento de redução tarifária, especialmente em bens intermediários. A tarifa média de importação no Brasil passou de 13,6% em 2003 para 12,9% em 2012, segundo trabalho

Leia mais