ASPACER abre o primeiro dia de trabalhos do 6º Fórum Nacional de Design para Revestimentos Cerâmicos

Postado em Fórum Nacional

A ASPACER iniciou os trabalhos do 6º Fórum na manhã desta segunda-feira, 07, com a presença de diversos profissionais do setor cerâmico de revestimento e de outros segmentos do país.

Participaram da mesa de abertura, o presidente da ASPACER, Benjamin Ferreira Neto; o presidente da ANFACER – Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Congêneres, Heitor Ribeiro de Almeida Neto e o designer e gerente de inovação do Centro Cerâmico do Brasil, representando o Comitê Técnico, Marcos Serafim.

Na oportunidade, Ferreira Neto discorreu sobre a importância do profissional de design no setor cerâmico de revestimento. “Chegamos à sexta edição desse importante encontro para o nosso setor, convictos de que os esforços da ASPACER, entidade organizadora e realizadora do Fórum Nacional de Design, estão surtindo o efeito desejado. Ao longo dos últimos anos, é visível o avanço conquistado pelos profissionais do design no setor de revestimentos cerâmicos, fruto em parte dos avanços tecnológicos que chegam as nossas indústrias, e na sua maior proporção, à qualificação cada vez mais refinada das pessoas e mentes criativas que atuam em nossas fábricas”.

Já Almeida Neto, destacou o quanto o segmento e o produto brasileiro ganharam notoriedade nos últimos anos no mercado nacional e principalmente internacional, principalmente por sua excelente qualidade. “Sem dúvida, o profissional do designer, nos últimos anos, contribuiu sobremaneira para o resultado que hoje vemos em nossas linhas de produção”.

Serafim, por sua vez, falou rapidamente sobre a escolha do tema do Fórum em 2017 – Rede: Conectando o Futuro do Design. “Trata-se do conceito de união de pontos que formam um padrão, conexão de ideias, conectividade, internet, rede de pessoas, entre outras. As palestras com os renomados profissionais e diferentes temas abordados da área vão mostrar o que nós, enquanto designers precisamos pensar em como podemos contribuir para que o setor continue em destaque cada vez mais”, enfatizou.

Palestras

O 6º Fórum ASPACER de Design para Revestimentos Cerâmicos trouxe no primeiro dia de palestras, a ganhadora da premiação máxima do Prêmio Nacional ASPACER de Design. A Designer de Produto da Cerâmica Ceusa, Denízia Satiro apresentou sua experiência sobre a viagem à Milão, realizada no início deste ano. “A natureza estava muito presente em todas as esferas da feira, tendo a tendência puxada para o natural. Além disso, tive a oportunidade de avaliar que os ambientes mais escuros, matérias metalizados e as cores quentes também são tendências”, destacou.

Na segunda palestra do dia, o artista gráfico, caricaturista, pesquisador e professor universitário Camilo Riani, apresentou sua experiência na arte da criação e como expandiu o as fronteiras da irreverência, com a publicação de sua arte-tese “Caricatas: arte-rosto-humor-experiência”. “A arte deve expandir todas as suas vertentes e não é apenas um conceito, a arte é a própria vida e é assim também que funciona na criação de um produto cerâmico”.

Thaís Lauton, jornalista e editora da Revista Casa e Jardim, foi a terceira painelista a se apresentar no primeiro dia do 6º Fórum, apresentando o quanto os espaços nas moradias se diversificaram ao longo dos anos. “Hoje a casa traz muito o modelo de personalidade do seu morador, ou seja, o politicamente correto começa a perder espaço para o que de fato se identifica com as características do indivíduo: sua história, suas memórias, seus gostos, o ‘feito à mão’, fazendo alusão a casa mais personalista”, definiu.

Alexandre Keese, mais conceituado especialista em Photoshop da América Latina, trouxe a ferramenta como alternativa para diversos profissionais utilizarem a seu favor. “E através desse recurso, cada segmento adapta a seu modo de trabalhar e suas necessidades particulares”, definiu. Durante a explanação, Alexandre mostrou na prática as novidades dos recursos.

Maria Beatriz Ardinghi, mestra em Design e Arquitetura, finalizou o primeiro dia de palestras com o tema Design Thinking: uma abordagem coletiva na solução de problemas e Workshop: Aplicando o modelo de Design Thinking em um problema real. “Através desse tema, estamos falando em não fazer design, mas pensar em design e como traduzir as observações em insights em produtos e serviços para melhorar a vida das pessoas”, um processo que segundo ela não é tão simples. “É algo que vai e volta e que exige muitas vezes repensar, refazer, mas sempre com um olhar mais apurado”, enfatizou.

Ao final, Bia Ardinghi realizou uma oficinal experimental com os participantes para aplicar a teoria na prática.